poesia francisco guedes
 
INICIO  INICIO
SOBRE MIM  SOBRE MIM
POEMAS  POEMAS
LIVROS  LIVROS
CONTACTOS  CONTACTOS
 
copyright 2010-2017
administração
poemas
 
poesia
Final de ano 1999
Foste embora ano velho
Sem a mim nada dizer
O dois mil está a entrar
Isto agora é que vai ser

Fui deitar o velho fora
Para no novo entrar
Eu pedi ao Deus menino
Para saúde nos dar

Eu contei as doze passas
Estava a meia noite a dar
Eu pedi os meus desejos
Continuei a dançar

Pedi paz para todo o mundo
Saúde para nós também
Eu pedi para todo mundo
Não me esqueci de ninguém

Bate então a meia noite
Fica tudo a gritar
Todos desejam Bom Ano
O espumante a estourar

Os ponteiros do relógio
Para frente ficam a andar
Força força minha gente
Que o novo está a entrar
Colocado em 30-12-1999

Voltar