poesia francisco guedes
 
INICIO  INICIO
SOBRE MIM  SOBRE MIM
POEMAS  POEMAS
LIVROS  LIVROS
CONTACTOS  CONTACTOS
 
copyright 2010-2017
administração
poemas
 
poesia
Paranhos Terra Nobre e Encantadora
Há trinta anos atrás
Tudo em “Paranhos” havia
Terra de agricultura
Onde o Porto se abastecia

Havia aqui bons terrenos
Aqui não faltava nada
Da batata ao feijão
Das cenouras à salada

“Paranhos” nunca parou
isto tem que se dizer
Do melhor que o Porto tem
Tudo o “Paranhos” vai ter

De hospitais e jardins
“Paranhos” está bem servido
“Paranhos” é o melhor
Acreditem no que eu digo

Na rua do Campo Lindo
Muito eu tinha que falar
Foi aí que eu comecei
Meu tempo de namorar

No jardim de Arca D’água
Eu também quero falar
Ali tudo se juntava
Aos domingos a passear
Colocado em 17-12-2010

Voltar